As novidades e mudanças no uso de materiais para banheiros

banheiros

A decoração de banheiros ganha mais espaço e os ambientes, que no passado eram bem mais coloridos, hoje têm tonalidades neutras, como cinza, creme, branco, marrom, entre outros.
Os banheiros recebem cada dia mais atenção; é uma tendência dedicar a este local o mesmo cuidado que se tem ao decorar outros cômodos da casa. Com essa proposta, aposta-se em novas cores, texturas e elementos decorativos, de modo a deixá-lo coerente com o restante da residência.
Enquanto a sala e o quarto oferecem abertura para aplicação de qualquer revestimento nas paredes, o banheiro impõe um certo limite na escolha dos materiais. Como esse cômodo está constantemente úmido, com vapor e respingos de água, a proposta é aliar estética com funcionalidade.
Confira nas próximas páginas algumas mudanças e novidades no uso de materiais em banheiros, além de algumas dicas para facilitar a vida das pessoas.


Cores
Quando o assunto é paleta de cores, além dos tons neutros, as tonalidades mais escuras vêm ganhando bastante espaço.
Os tons escuros deixam os espaços extremamente requintados e, por si só, já proporcionam um ar mais elegante aos ambientes e o luxo fica ainda mais evidente.
Por mais que os banheiros em tons claros tragam a ideia de limpeza e possam deixar o espaço mais alegre, as tonalidades escuras têm como vantagem proporcionar requinte e sofisticação, isto é, um ambiente diferente e criativo. No entanto, caso fique muito “carregado”, uma boa dica é apostar nos tons escuros em detalhes, como toalhas, objetos decorativos e acessórios, como saboneteiras e organizadores.

Diferentes revestimentos
Os tipos e as opções de uso dos revestimentos são quase infindáveis. O que antes era praticamente regra – uso de azulejo e piso cerâmico – agora, em alguns casos, é exceção.
As possibilidades são inúmeras: madeira, piso laminado, papel de parede, espelho,

pastilhas (cerâmica, vidro, porcelana, “natural”), porcelanato, mármore, porcelanato que imita diferentes materiais (aço corten, mármore, madeira), além de outras opções.

Cubas
As cubas de sobrepor são a mais notória tendência, por influência da moda e também por poder usar duas ao invés de apenas uma. O importante é definir o formato do acessório porque, apesar de muito bonitas, elas podem não ser tão funcionais – no caso de escolher o modelo inadequado, podem até acabar molhando excessivamente o ambiente.
Optar por uma cuba colorida – tudo o que foge do branco, ou em alguns casos estampada, garante um toque a mais de alegria e charme ao local, fazendo diferença no resultado final da decoração.
Outros materiais também podem ser utilizados nas cubas como o silestone, o ônix – que proporciona cor e transparência – e até iluminação, e também o alumínio.
A cuba do tipo escavada é indicada apenas para banheiros e lavabos. Ela não é adequada para cozinhas, pois não se deve usar produtos químicos e abrasivos em sua limpeza e manutenção e, por não ser tão resistente como o granito, por exemplo, deve-se usar somente água e sabão neutro.
Banheira de hidromassagem
Estão disponíveis no mercado inúmeras opções. Com as novas tecnologias, há, inclusive, modelos de banheiras e salas de banho mais acessíveis aos consumidores.
Modelos arrojados, individuais e coletivos, com cromoterapia, banheiras que as luzes mudam de acordo com a temperatura da água, etc.
Para muitas pessoas, salas de banho podem significar a mesma coisa que banheiro. Mas a diferença está na quantidade de acessórios decorativos, móveis e também o requinte com que são decoradas.
As salas de banho tomam mais espaço que os banheiros tradicionais e são constituídas, normalmente, por duas cubas, duas duchas, uma banheira luxuosa, sauna e outros itens que os banheiros, no geral, não teriam.
Vale lembrar que a instalação desse item é muito importante e deve ser realizada por um profissional capacitado e requer manutenção periódica.

 Box até o teto
Além de conferir um visual mais moderno, sofisticado e “clean”, o acessório ajuda a proteger os móveis, espelhos e outros elementos dos respingos.

Mosaicos
Se a ideia for levar um “mix” de cores e tons ao banheiro, os mosaicos são a opção perfeita para o backsplash – parte atrás da pia – e para o chuveiro, em especial naqueles primordialmente brancos.
Os mosaicos vão ainda além quando o assunto é acabamento; por terem bordas irregulares, após assentados, o rejunte desaparece, proporcionando um efeito uniforme, como se tivessem sido colocados um a um. Em meio a variadas possibilidades, não será difícil escolher os tons que mais combinam com você.  

Pastilhas
Bolas, retângulos, quadrados, metal, vidro e esmalte. A proposta é oferecer formas, materiais e cores atuais para criar composições praticamete ilimitadas e criativas.
As pastilhas podem brilhar tanto sozinhas quanto apenas deixar um detalhe mais charmoso em mistura com outros materiais.
 Os modelos mais encontrados são de porcelana, vidro, cerâmica e cristal. Encontram-se também pastilhas de outros materiais como prata, bronze, platina, aço inox, mármore, granito e até mesmo folheadas a ouro.
Existem também pastilhas de materiais orgânicos e reciclados, as chamadas ecológicas que são produzidas a partir de coco, bambu, madeira e vidro reciclado.
O desenho das pastilhas é outro diferencial entre as peças, pois existe uma infinidade de tamanhos e formatos, que permite a aplicação deste revestimento em superfícies retas ou onduladas.
A instalação das pastilhas é algo que merece atenção redobrada, e deve ser realizada por profissional qualificado. Como as peças são pequenas e de pouca espessura, qualquer descuido durante a aplicação pode resultar em mau acabamento. Os erros mais comuns são de alinhamento e desnivelamento.

Papel de parede
Muitas pessoas acham que o material não combina com banheiro. O motivo é que os produtos convencionais não suportam vapor e a constante umidade. Porém,  é possível usar o artifício na decoração de banheiros e lavabos considerando as seguintes dicas:
• Deve-se ter em mente uma importante questão ao aplicar papel de parede comum no banheiro: a vida útil do produto é menor e, por isso, ele deve ser trocado com regularidade. Isso é bastante praticado em hotéis da Europa e Estados Unidos pela facilidade de renovação sem gerar entulho.
• Para que o produto possua maior durabilidade, é interessante que ele tenha uma porcentagem maior de polipropileno (plástico). Isso garante uma vida útil maior.
• Lavar o papel de parede com água é proibido. A limpeza é feita com pano úmido torcido para tirar o pó e a umidade. Em caso de manchas, use detergente neutro com um pano macio branco, sem friccionar o local.
• É possível personalizar o papel de parede. Algumas empresas que trabalham com impressão em materiais vinílicos podem produzi-los de acordo com as perspectivas e exigências dos clientes.
Com criatividade, paciência e disposição é possível deixar qualquer ambiente com o seu jeito. Mesmo com os cuidados e profissionais indispensáveis para se projetar e decorar um banheiro, alguns detalhes e revestimentos transformam o cômodo em um lugar único.
Criar contrastes valoriza os materiais. O “mix” de cores confere sofisticação, porém, certifique-se de que uma delas seja neutra. Dessa forma, o ambiente não ficará cansativo com o passar do tempo.
Sugestões anotadas, agora é colocar “a mão na massa”, fazer as escolhas corretas, sem deixar de lado seu toque pessoal, e transformar o banheiro, ou sala de banho, em um local harmonioso e agradável com o mesmo requinte e sofisticação do restante da residência.

Compartilhe este Artigo