Bom é ser criança

Bom é ser criança

Há tempo que os shoppings centers deixaram de ser espaços destinados apenas às compras e à alimentação. Hoje, são praticamente indispensáveis na vida de grande parte dos paulistanos. Além da área comercial, diversos serviços atraem os frequentadores: academia, salão de beleza, pet shop, caixas eletrônicos, lavanderia, farmácia, supermercado, entre outros. Tudo isso em um ambiente seguro e cômodo.  
Em certos momentos, a longa permanência em um shopping pode, contudo, causar um pouco de desconforto às crianças. Muitas delas ficam impacientes ao verem os pais fazerem compras, principalmente quando não se trata de algo para elas. E manter o bom comportamento, às vezes, durante horas não é nada fácil para os pequenos que carregam toda a energia do mundo com eles.
Para tornar esse momento mais interessante às crianças, diversos shoppings contam com espaços destinados a elas. Um cantinho todo especial que torna a ida às compras dos pais mais tranquila, e o passeio das crianças mais divertido. Desta forma, todos aproveitam e a relação pais e filhos ganha uma oportunidade de ser prazerosa.

Bom é ter um cantinho seu
Alguns espaços recreativos em shoppings oferecem atividades gratuitas, principalmente aos fins de semana. Uma forma interessante de encaixar um momento de diversão entre uma compra e outra.
O Complexo Tatuapé promove espetáculos e oficinas gratuitas nos fins de semana na Praça de Eventos do Shopping Metrô Boulevard Tatuapé. O Clubinho Tatuapé é um espaço que oferece atividades lúdicas e peças de teatro gratuitas. “Queremos fidelizar esse público familiar, que muitas vezes é carente de opções gratuitas de lazer na região. Além de seguro e confortável, o shopping é um endereço muito conveniente para essas famílias, fácil de chegar e com infraestrutura de alimentação e de compras”, ressalta Flávia
Tegão, gerente de marketing do Complexo Tatuapé.
Aos sábados, há oficinas com atividades educativas que abordam a importância da leitura, conscientização do uso da água e o mundo do circo. A programação é realizada das 12h às 20h e cada atividade dura cerca de 40 minutos. Domingo é o dia em que um grupo diferente de artistas explora a imaginação da plateia com histórias e músicas. As apresentações de teatro são realizadas às 15h e têm, em média, 60 minutos de duração.
Durante a realização das oficinas, os pais acompanham as atividades do lado de fora do espaço do Clubinho e as crianças ficam com os monitores. Se a criança for muito pequena e não quiser ficar sozinha no espaço, existe a possibilidade de ser acompanhada pelo irmão(ã) mais velho(a) ou pelo pai/mãe. No teatro, os pais acompanham as crianças e assistem às peças juntos.
Em São Paulo, existem também espaços preparados para receber as crianças por algumas horas, enquanto os pais realizam alguma atividade ou compra. Na região do Tatuapé, os pais que não dispõe de tempo para acompanhar as atividades por um determinado período têm como opção o Play Space.
Presente no Shopping Anália Franco desde 2010, o espaço tem preços calculados a cada meia hora, que custa R$ 40 se contratada avulsa. As crianças permanecem em média uma hora e meia no local. Mas, se os pais precisarem de mais tempo, há pacotes para um período maior em que a meia hora pode custar até R$ 25. Festas infantis também podem ser realizadas no espaço, contando com toda a estrutura e alimentação.
O espaço tem diversas atividades e até piquenique para os pequenos. Brinquedão com piscina de bolinhas, teatro de fantoches, oficina de artes, camarim de penteados, uma cartola para apresentação de show de mágicas, palco para apresentação das crianças e uma lanchonete estão à disposição das crianças.
A sócia-fundadora da Play Space, Maria Eduarda Pessoa de Queiroz Baumer, descreve como é a experiência da criança do Play Space: “É um resgate às brincadeiras de rua, é brincar muito e ser criança de verdade, é sair suado. Ao mesmo tempo, é viajar ao mundo dos sonhos. Às vezes, saímos em busca da sombra do Peter Pan ou do sapato da Cinderela. É um enorme contato com o lúdico.”

Bom é brincar
A ideia central desses espaços recreativos é desenvolver atividades lúdicas com as crianças, suprindo, muitas vezes, algo que falta na rotina delas: o ato de brincar. O que sempre foi um privilégio das crianças tem sido deixado um pouco de lado devido ao uso de aparelhos tecnológicos desde os primeiros anos da infância, assim, muitos pequenos têm se distanciado do contato com o mundo da imaginação e da prática do “colocar a mão na massa”.
As atividades feitas no Clubinho Tatuapé aproximam as crianças de um mundo só delas, de aprendizado e diversão. Com caráter educativo e recreativo, em atividades e oficinas, são abordados temas como a importância da leitura, conscientização do uso da água e o mundo do circo. “Além disso, os pequenos vão se divertir com massinha de modelar, jogos e brinquedos educativos, desenhos para colorir e pintura facial”, diz a assessoria de imprensa do Complexo do Tatuapé.
No Play Space também é priorizado o brincar. “Conosco as crianças brincam o tempo todo. Não possuímos jogos eletrônicos, pois isso as crianças têm em casa. Resgatamos brincadeiras de quintal como corre cotia, troca-troca de cadeira, coelhinho sai da toca, entre tantas outras. Somos um espaço que se propõe a oferecer magia e encantamento o tempo todo”, explica Maria Eduarda, do Play Space.


Clubinho Tatuapé
Local: Praça de Eventos (piso Térreo) do Shopping Metrô Boulevard Tatuapé
Endereço: Rua Gonçalves Crespo, esquina com a Rua Tuiuti – Tatuapé
Funcionamento: Sábados, das 12h às 20h; Domingos, às 15h

Play Space
Local: AC 37 C (piso Acácia) do
Shopping Anália Franco
Endereço: Avenida Regente Feijó, 1739 – Jardim Anália Franco
Funcionamento: Segunda a Sábado, das 10h às 22h; Domingos e feriados, das 12h às 21h

 

por Amanda Santana
Foto: Divulgação Play Space

Compartilhe este Artigo