5 dicas de estilos

para mulheres

Não, não é nenhum tipo de autoajuda ou falando que depois dos 30 precisamos ser recatadas e nos vestir como velhas. Longe disso!
Entretanto, a verdade é que os 30 anos são um marco na vida da mulher, que vêm acompanhados de uma transformação contínua (para melhor, claro!), que deve se refletir também na evolução de seu estilo pessoal. Afinal, após os 30 você já se conhece muito melhor, sabe o que lhe cai bem (ou não), como valorizar suas qualidades e já aprendeu bem a conviver com aquelas questõezinhas que toda a mulher tem. E a grande questão no guarda-roupa da mulher acima de 30 é que não dá mais para se vestir que nem menina (e nem cabe mais, já que você não é mais menina mesmo, né?), mas também não precisa, de forma alguma, envelhecer sua imagem ou se moldar para parecer algo que não é.
Aí que entram as minhas 5 dicas, com ideias práticas para amadurecer seu look sem cair na caretice:

1. Caimento é tudo
O caimento é importante em todas as idades, mas após os 30 é preciso um cuidado redobrado com esse quesito. Se não lhe servir bem e não valorizar suas qualidades, esqueça, por mais linda e maravilhosa que a peça seja.
É claro que algumas coisas podem ser alteradas com a ajuda de costureiras e alfaiates, e esta é uma maneira ótima de personalizar uma peça, mas também existe o risco do ajuste não ficar bom, ou seja, é preciso avaliar muito bem caso a caso.

2. Se vista de acordo com seu estilo e personalidade
Todas nós já passamos por isso: tentar dar uma mudada no estilo por acharmos que alguém não iria gostar, usar uma peça que nem é muito sua cara para agradar o namorado ou uma amiga e assim por diante. Mas, depois dos 30 (ou até antes, se possível), é hora de se conhecer como ninguém e abraçar com amor sua própria essência e personalidade. Obviamente que existem alguns direcionamentos de dresscode que é preciso seguir, especialmente no ambiente de trabalho, mas tente ser fiel ao máximo ao seu estilo ao que seu coração mandar.

3. Invista na qualidade de suas peças-chave
Depois dos 30, com sorte, o orçamento já estará menos apertado, ou seja, temos um pouquinho mais de folga para fazer nossas comprinhas, que deve ser gasta de uma maneira muito certeira: investindo naquelas peças-chave que a fazem se sentir linda e que são os seus “paus para toda a obra”! Faça um upgrade nas suas peças-chave investindo acima de tudo em qualidade, ótimo caimento e nas cores que você já sabe que funcionam. E sem medo, afinal, estas são as peças que você mais irá usar, não é mesmo?

4. Sintonize sua imagem profissional com sua carreira
Com certeza depois dos 30 você já subiu alguns degraus a mais em sua carreira e, como sempre, seu guarda-roupa também deve acompanhar esse movimento. Observe se não é hora de investir em mais peças de alfaiataria, de usar um saltinho de forma mais frequente, de ter mais peças de tecidos nobres, caprichar mais na maquiagem e no corte de cabelo… Será que sua imagem condiz com sua realidade profissional e está te ajudando a mostrar todas as suas qualidades?

5. Continue saindo da zona de conforto sem medo de ser feliz!
Não é porque você passou dos 20 anos que não pode mais arriscar algumas mudanças no guarda-roupa, investir em peças de efeito e continuar a se dvertir com seu estilo e suas roupas. Não tenha medo de ser feliz e se cometer alguns deslizes no caminho, é errando que se aprende e se evolui (ou melhor, que continua-se aprendendo e evoluindo). Segurança é tudo!

*Roberta Carlucci é diplomada em Consultoria de Imagem pelas mais renomadas instituições de ensino, dentro e fora do Brasil, como o Instituto Marangoni, em Londres, Ilana Berenholc, em São Paulo, e Fashion Institute of Technology, nos EUA. É uma das referências no mercado de Personal Stylists do país.
www.robertacarlucci.com.br

Compartilhe este Artigo